#Entrevista - Marcos Henrique

sábado, 23 de junho de 2012

Mais um entrevista, dessa vez com o autor Marcos Henrique. Vale a pena conferir.


   Poderia se apresentar e falar um pouco sobre o seu livro para os leitores do Blog?
 Bom dia, boa tarde ou boa noite!  Chamo-me Marcos Henrique Martins, sou pernambucano, autor de 5 livros e vários poemas. Comecei escrevendo poesia, mas com o passar do tempo fui flertando com a literatura, fiz uma oficina literária com o escritor, também pernambucano, Raimundo Carrero, mas já havia escritor alguns livros antes dessa oficina, entre ele O Lado Avesso – Nornes, o Mago. Meu primeiro livro de literatura fantástica.
A estória de O Lado Avesso, gira em torno de um homem, chamado Tibério que ao ser atropelado, no dia que iria pedir a mão da namorada em casamento, entra em coma e acorda em outro mundo, chamado Fargo. Lá, ele passa a ser chamado de Theo, pois não lembra quem é e de onde veio. Então Theo tem que descobrir qual o seu papel naquele novo mundo e junto com o Curupira Apuã e outros amigos vai à busca de suas respostas e de quebra, ainda tem que libertar o povo de Fargo do tirano Basef, que assassinou o rei Abdir e se alto intitulou rei de toda a Fargo.

Você se inspirou em algum game para criar o enredo do livro?
Não em um game específico, mas esse livro era para ser um game, na verdade. O Ministério da Cultura fez um concurso para estimular a criação de jogos, isso em 2005 eu acho. Então tentei escrever “O Lado Avesso” duas vezes e como bom brasileiro que sou, sempre deixava para a última hora. O site ficava congestionado e não conseguia mandar o roteiro do jogo. Então ele ficou lá encostado por um bom tempo. Foi aí que as ideias começaram a surgir. No começo o livro, que era para ser um roteiro de jogo, não tinha seres de nosso folclore, mas comecei a pensar porque as pessoas iriam querer ler um livro, entre tantos outros, que falassem apenas de elfos e dragões. Por isso resolvi incorporar a trama seres de nosso folclore, para dar um novo sabor.  

Qual seu autor favorito?
Fico dividido entre Machado de Assim e Franz Kafka. E na poesia meus favoritos são Fernando Pessoa e Augusto dos Anjos.

Por que você resolveu usar os seres do folclore brasileiro para complementar o livro?
Como existem muitos livros de literatura fantástica, tinha essa  preocupação de não ser apenas mais um, por isso, decidi misturar seres de nosso folclore, como Curupiras, Caiporas e lendas do nordeste, como por exemplo, a da Cumade Florzinha, junto com elementos indígenas para dar essa diferença. Os curupiras têm nomes de origem indígenas e ao longo da história o curupira chamado Apuã fala algumas palavras no dialeto curupires que é uma mistura de tupi, cunibo, gurani entre outras. Também criei uma raça chama Hainuru para dar mais uma incrementada. Queria mostrar para as pessoas, para os brasileiros, que nossa cultura é muito e rica e pode competir de igual para com lendas europeias é pouco exploda, apenas isso.   

Você se identifica com algum personagem da história?
Quando estou escrevendo sou todos os personagens, mas agente sempre acaba pendendo para um, acho que me identifico um pouco com o curupira Apuã e o Hainuru Caliel, apesar do anão Ary ser poeta. Essa pergunta é meio difícil para eu responder.

Quais foram as maiores dificuldades ao escrever O Lado Avesso?
Até que não foi tão difícil, tive que fazer pesquisas sobre nossos povos indígenas, mas para mim o mais difícil no começo vou dar nomes aos personagens, principalmente os Elfos e introduzir algumas palavras indígenas não foi assim tão fácil, mas o mais difícil está sendo agora, conseguir fazer com que as pessoas conheçam a estória. Mas vamos à luta!     
  
Quais seus planos para o futuro? Algum projeto novo em mente?
Sempre, minha mente não para, só quando estou dormindo e ainda sonho, então o processo de criação é constante. Estou escrevendo um livro de poesias onde estou abordando 3 temas: A loucura, a Ilusão e o imaginário poético, onde faço um poema interrogativo ou questionador e o outro é a resposta dele, também estou pensando em escrever um romance, ande sem título, mas que já começa a ser gerado em minha mente.    

Para finalizar: gostaria de deixar algum recado para os leitores do blog?
Gostaria muito de agradecer a oportunidade e o espaço que você me deu. Meu livro de estreia que se chama “O Lado Avesso – Nornes, o Mago” está saindo pela editora Baraúna. Pode ser comprado no site da editora e na livraria cultura e o e-book nas livrarias Cultura e Saraiva.
O livro fala de amizade, respeito ao diferente, esperança, amor e para rechear esse bolo tem muita aventura e surpresas. O livro é de fácil leitura o fiz de uma forma cinematográfica. Recomendo o livro, pois acho que ninguém nunca imaginou um curupira montado num dragão alado. Leiam autores nacionais e abraços literários a todos.

Links úteis:
Compre o livro no site da editora Baraúna: http://www.editorabarauna.com.br/o-lado-avesso-nornes-o-mago.html
Confira a página do livro no skoob: http://www.skoob.com.br/livro/218250
Perfil do autor no facebook: http://www.facebook.com/marcos.escritor.9

3 comentários:

  1. Adorei a entrevista, muito criativa e o autor foi magnifico nas respostas. Fiquei feliz por ele gostar de Machado (eu amo)e de Fernando Pessoa (que eu simplismente acho perfeito, vi a poesia com outros olhos quando o conheci)
    Achei bastante interessante o livro do autor e fiquei interessada em ler.

    abraços,
    Camila Márcia
    @camila_marcia
    http://delivroemlivro.blogspot.com/
    http://devaneiosfugazes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. OLá
    Curti bastabte a entrevista!
    Ótimas respostas a do autor!

    Lucas
    livrosecontos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. É muito bom essas entrevistas, nos permite conhecer melhor as pessoas, nesse caso um autor.
    Não o conhecia o Marcos, adorei saber que ele é de Pernambuco, sou nordestina tbm, então dou muito crédito a talentos da terrinha.
    Parabéns!

    ResponderExcluir

Just Livros Todos os direitos reservados. Criado por: Amanda Nello.Tecnologia do Blogger. imagem-logo