#Entrevista - Leandro R. S. Filho

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Hoje vamos conhecer um pouco mais sobre o Leandro, autor do livro Asgard - O Poder Esquecido que ja foi resenhado aqui no blog. Leia a resenha!


Poderia se apresentar e falar um pouco sobre o seu livro para os leitores do Blog?
 Bom, meu nome é grande: Leandro Rodrigues Sales Filho (Leandro Filho), tenho 16, sou de São Paulo e como incontáveis leitores sou apaixonado por literatura fantástica! A proposta em meu livro é apresentar um pouquinho mais de fantasia, do ponto de vista nórdico no caso. Começo apresentando novos deuses e criaturas e ainda, tento concretizar um pouquinho mais o mundo nórdico dos deuses: Asgard, para assim aproximar ao texto não só as personagens do enredo, mas também o leitor, de maneira a permitir visualizar melhor cenas e fatos. Gosto muito dos fatos mitológicos e ambientei meu texto durante uma guerra entre deuses, Aesir e Vanir, a guerra acontece na mitologia e meu personagem se envolve numa trama em torno desta para assim lutando ao lado dos deuses Vanir, tentar dar um fim definitivo a esta guerra.

Como iniciou a sua carreira de escritor?
Comecei a escrever poesias na época, e num assunto totalmente fora do que hoje trabalhando em Asgard, no caso eu escrevia romances... Como posso dizer? Foi uma época de adolescente apaixonado entende? E num súbito interesse juntei palavras dando inicio neste caminho literário. Gostando do que estava fazendo, comecei a me aventurar, da poesia ao conto, os contos cresceram e então passei ao romance.

Asgard é seu primeiro livro? E como foi a experiência de ter ele publicado?
Asgard não é a primeira história que trabalho. Na verdade, minha primeira aventura também neste tema fantástico, eu não terminei devido a diversas complicações na história em si, mas ainda quem sabe consiga retomar... Sendo meu primeiro grande texto terminado, tê-lo publicado é fantástico demais, é difícil descrever como me sinto realmente, muitos me perguntam sobre isso, ‘ter meu livro nas estantes por aí’, e admito que não sei mesmo definir. É bom demais!

De onde vem sua inspiração para escrever?
Hoje minha inspiração vem de tudo o que olho, ouço, e principalmente: sinto. Gosto de pensar que estar aberto às inspirações distantes de nossa própria mente, conseguimos conhecer coisas ainda mais incríveis. E acima disso o “sentir”, propriamente dito, acredito que independente do queira escrever, se eu sentir realmente Aquela ideia, consigo tornar as palavras reais para mim, e ouso dizer que também ao leitor. Então minha inspiração... Está mesmo à minha volta!


Se você tivesse que definir seu livro em uma palavra, qual seria?
Uma única palavra? Bom, me baseando na proposta original que quis para este livro, de apresentar um material novo em si, e ainda em belas opiniões que tenho tido, posso dizer que ele é: ‘Diferente’!

Você se identifica com algum personagem do livro?
 Não me identifico com Um personagem em especial, mas vejo que algumas características neles parecem ser minhas realmente. É possível perceber que Ariel se envolve facilmente com belas palavras, vemos a frieza de Freya, a jeito convincente de Loki... E pode-se dizer que são características que me chamam muito a atenção. Mas acima disso, Loki é quem me deixa perdido mesmo nesta história, pela sua personalidade que pode ser tanto atribuída a de um vilão, como também a de um herói, e isso acho fantástico nele!

Quais seus autores favoritos?
J.R.R.Tolkien é o topo no meu gosto, e a base para meus textos, pois o vejo não só como Um autor, mas como o criador realmente deste cenário fantástico para se criar. Ainda Lewis, e Rowling me fascinam.

Quais seus planos para o futuro? Algum projeto novo em mente?
No momento o plano é continuar com Asgard e encerrar esta história que me conquistou de uma maneira profunda, mas apesar disso tenho me aventurado em novas anotações, tentando resgatar um pouquinho daqueles meus primeiros textos românticos. Quem sabe um trabalho de tema realmente diferente em breve...!

Para finalizar: gostaria de deixar algum recado para os leitores do blog?
Bem, quero apenas dizer o que é bem óbvio: Sem vocês, leitores, não haveria escritor algum, pois quem escreve sempre espera que alguém leia seu trabalho, então bom, este trabalho é pra vocês e espero que a Mitologia Nórdica através deste enredo possa também conquista-los como conquistou a mim... Espero que gostem!

2 comentários:

  1. Adoro quando o blog trás entrevistas com os autores. Muito bom esse contato mais direto.

    ResponderExcluir
  2. Meu Deus, que inspirador! Ele tem 16 anos e já publicou um livro! Amei a entrevista e acho que ele pode ser uma inspiração pra muitos jovens escritores por ai (inclusive eu)!

    Valeu pela inspiração! =D

    ResponderExcluir

Just Livros Todos os direitos reservados. Criado por: Amanda Nello.Tecnologia do Blogger. imagem-logo