#Resenha - O Diário de Suzana para Nicolas

segunda-feira, 17 de setembro de 2012


Ficha Técnica:
Livro: O Diário de Suzana para Nicolas
Autor: James Patterson
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580410273
Páginas: 224
Comprar: Aqui! 
Leia um trecho do livro: Aqui!

Minha opinião:
É o primeiro livro do James Patterson que eu leio e não consegui largar o livro até terminar. Muitos por causa do título acham que Suzana e Nicolas são um casal, mas na realidade são mãe e filho e a história vai muito além de apenas um romance.
Tudo começa com Katie tentando entender porque seu namorado (perfeito) Matt Harrison terminou com ela, o namoro deles ia super bem e ela acreditava que em breve iria receber um pedido de casamento.
Quando tudo parecia sem sentido ela encontra um pacote com 'O Diário de Suzana para Nicolas' na porta da sua casa e quando ela olhou para o bilhete reconheceu a caligrafia de Matt. No bilhete Matt pediu desculpa pelo que ele causou e diz que aquele é o diário sobre ele, sua esposa e seu filho.

“Talvez esse diário explique as coisas melhor do que eu jamais conseguiria. É sobre minha mulher, meu filho e eu.”

Então o livro começa a ser intercalado entre o diário escrito por Suzana e as reações de Katie durante a leitura.
Com o diário podemos conhecer o passado até então desconhecido de Matt, a vida de Suzana antes, depois e durante a gravidez e uma linda história de amor entre os dois.
Katie sem perceber começa a se apegar a Suzana e se não fosse a circunstâncias elas poderiam ser amigas. Então ela começa a se questionar, será que Matt estava traindo a esposa? Porque será que ele enviou para ela esse diário? E a cada página ela vai descobrindo as verdades que Matt nunca deve coragem de contar.

James como um ótimo autor de suspense nos faz ter mil e um questionamentos durante a leitura e só encontramos uma resposta no final do livro.
Apesar de um final triste eu achei a história perfeita e me lembrou bastante os livros do Nicholas Sparks.
Eu gosto de pequenos ensinamentos que surgem durante a leitura de um livro e esse é repleto deles. E com certeza o maior ensinamento nesse livro é o das cinco bolas da vida que eu quero compartilhar com vocês:

“Imagine que a vida seja uma brincadeira em que você fica fazendo malabarismo com cinco bolas. As bolas se chamam trabalho, família, saúde, amigos e integridade. Você está mantendo todas as bolas no ar e um dia finalmente se dá conta de que o trabalho é uma bola de borracha. Se você a deixa cair, ela vai pular de volta. As outras quatro bolas família, saúde, amigos e integridade são feitas de vidro. Se você deixar cair alguma, ela vai ficar arranhada, ou lascada ou vai se quebrar de vez.”

Os personagens são encantadores e o Matt é o personagem que vai ser amado e odiado ao mesmo tempo porque até certa parte do livro é difícil justificar as atitudes deles com Katie.
Os capítulos são bem curtos o que torna a leitura rápida e realmente lembra um diário pois são pequenos relatos do dia a dia de Suzana. E a maneira meiga como Suzana dedica e conta tudo no diário para Nicolas nos mostra o amor incondicional de mãe.
A única coisa que não me agradou é que eu achei as partes da Katie muito vagas e pequenas, gostaria de ter mais noção das reações dela durante a leitura.
A capa não é muito atraente, mas quem leu o livro sabe que ela representa o local onde Suzana foi morar e conheceu o Matt. A revisão foi muito bem feita porque eu aparentemente não encontrei erros e a diagramação tem a fonte com um tamanho ótimo, páginas amareladas que facilitam a leitura e no começo de cada parte do diário é usado uma fonte diferente que lembra letra cursiva. 
Um livro que eu recomendo pra ler e reler inúmeras vezes!

Acrescente O Diário de Suzana para Nicolas na sua lista do Skoob 

O que eu não sabia é que tem um filme baseado no livro, vale a pena ver o trailer

2 comentários:

  1. Sabe, eu achei que iria gostar desse autor. Mas é o segundo livro dele que leio e acho muito razoável. Não senti sentimento na escrita. Só no final, quando o pai escreve no diário do filho, e foi umas duas ou três frases, é que senti alguma coisa pela história. Achei que foi perfeita, mas mal escrita. Não mal escrita de não saber escrever, mas de passar sentimento sem parecer que é um conto...Sabe, não é pra mim. James e eu? Não funcionamos =/

    ResponderExcluir
  2. Já li outras resenhas sobre ele...E cada vez fico mais curiosa para conhecer a história linha por linha.

    ResponderExcluir

Just Livros Todos os direitos reservados. Criado por: Amanda Nello.Tecnologia do Blogger. imagem-logo