#Resenha - No Meu Peito Não Cabem Pássaros

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Ficha Técnica:
Livro: No Meu Peito Não Cabem Pássaros
Autor: Nuno Camarneiro
Editora: Leya
ISBN: 9788580446364
Páginas: 192
Comprar: Aqui!


Minha Opinião:
Apesar da distância territorial três pessoas (Jorge, Fernando e Karl) são unidas pelas linhas que atravessam os livros. Um imigrante que lava vidros em Nova Iorque, um rapaz que chega a Lisboa num navio para morar com sua tia e uma criança com a mente fértil que inventa coisas que depois acontecem de verdade.
Em maio de 1910 dois cometas passaram pela Terra e causaram uma onda de pânico em todo mundo. O acontecimento virou notícia em todo planeta, pessoas estavam com medo da morte, muitos enlouqueceram acreditando que esse acontecimento seria o fim do mundo.
Enquanto todos estavam preocupados em aprontar seus testamentos e se preparando para o pior, os três protagonistas da história são condenados a difícil missão de mudar o mundo.

"- Vai um pássaro a voar baixinhom tia, é lindo e vai perdido a voar. Aqui não é o céu de pássaros. (...) Leve o pássaro para a rua, lá para onde puder voar. No meu peito não cabem pássaros."

Como se fossem três livros juntos é usado esse recurso de narrativas que se passam ao mesmo tempo e que em algum momento se cruzam. O livro é composto por 5 partes: exórdio, confronto, acerto, assombro e fecho.
E durante a leitura você vai perceber que há muito mais informações por trás desses três personagens que certamente fazem referência a Kafka, Jorge Luís Borges e Fernando Pessoa.
É impressionante o toque de poesia que contém no livro e assim vai compondo o romance. No Meu Peito Não Cabem Pássaros é o romance de estreia do autor Nuno Camarneiro e faz parte da Coleção Novíssimos que foi lançada pela Editora Leya e que reúne cinco obras de autores contemporâneos da nova literatura portuguesa.
O livro começa com algumas notícias sobre os dois cometas, as notícias foram colocadas como se fossem recortes de jornais de diversos países. E depois disso ele tem capítulos curtos que faz a leitura fluir mais rapidamente e a diagramação apesar de ser simples é satisfatória.
Apenas um ponto negativo é que em certos momentos a história fica um pouco vaga, mas por outro lado talvez isso seja uma maneira de fazer o leitor refletir e inventar as informações que estão faltando.
Recomendo não só esse livro, mas a coleção inteira que é composta por grandes obras.

Sobre o autor:
Nuno Camarneiro nasceu em 1977. Natural da Figueira da Foz, licenciou-se em Engenharia Física pela Universidade de Coimbra, onde se dedicou à investigação durante alguns anos.
Foi membro do GEFAC (Grupo de Etnografia e Folclore da Academia de Coimbra) e do grupo musical Diabo a Sete, tendo ainda integrado a companhia teatral Bonifrates. Trabalhou no CERN (Organização Europeia para a Investigação Nuclear) em Genebra e concluiu o doutoramento em Ciência Aplicada ao Património Cultural em Florença.
Em 2010 regressou a Portugal, sendo actualmente investigador na Universidade de Aveiro e professor do curso de Restauro na Universidade Portucalense do Porto. Começou por se dedicar à micronarrativa, tendo alguns dos seus contos sido publicados em colectâneas e revistas. “No Meu Peito não Cabem Pássaros” é a sua estreia no romance.

Curiosidade: 
Quem quiser conhecer um pouco mais sobre os trabalhos do autor visitem o blog dele: Acordar Um Dia


Coleção Novíssimos:
Fazem parte da coleção: ‘O Teu Rosto será o Último’, de João Ricardo Pedro, ‘No Meu Peito não Cabem Pássaros’, de Nuno Camarneiro, ‘Para Cima e Não Para Norte’, de Patrícia Portela, ‘Por Este Mundo Acima’, de Patrícia Reis e ‘Um Piano Para Cavalos Altos’, de Sandro William Junqueira.





Acrescente No Meu Peito Não Cabem Pássaros na sua lista do Skoob

5 comentários:

  1. Pelo que li na resenha, vamos viajar bastante entre culturas neste livro, o que já é um ponto positivo,com certeza já está na minha lista de leitura.

    ResponderExcluir
  2. O livro infelizmente não seria lido por essa pessoa que vos tecla. Não, não gostei muito. Esse tipo de leitura não é das que gosto, mas acho que vale a pena conhecer pelo menos o trabalho. Ler mesmo eu não leria =/

    ResponderExcluir
  3. Interessante essa proposta da Leya, e esse livro já me fez ficar curiosa para ler!! =)

    ResponderExcluir
  4. Muito legal! Muito difícil achar livros realmente interessantes de autores brasileiros...

    ResponderExcluir
  5. Me disseram que esse livro é perfeito! Eu comecei a ler pela internet e só nas primeiras páginas já me conquistou. Obrigada pela resenha.

    ResponderExcluir

Just Livros Todos os direitos reservados. Criado por: Amanda Nello.Tecnologia do Blogger. imagem-logo