#Resenha - As Aventuras de Pi

domingo, 21 de abril de 2013


Ficha Técnica:
Livro: As Aventuras de Pi
Autor: Yann Martel
Editora: Nova Fronteira
ISBN: 9788520933107
Páginas: 371
Comprar: Aqui!

Minha Opinião:
O livro narra a trajetória do jovem Pi Patel, um garoto cuja vida é revirada quando seu pai, dono de um zoológico na Índia, decide embarcar em um navio rumo ao Canadá. Durante a viagem, um trágico naufrágio deixa o menino à deriva em um bote, na companhia insólita de um tigre-de-bengala, um orangotango, uma zebra e uma hiena. A luta de Pi pela sobrevivência ao lado de animais perigosos e sobre um imenso oceano é de uma força poucas vezes vista na literatura mundial.

Esse é o resumo do livro que desde o lançamento do seu filme vem sido bastante comentado pelas pessoas em geral. Pensei que já no começo do livro iria encontrar “As Aventuras de Pi”, porém nas cem primeiras páginas me deparei com algo que pode ser considerado quase como a biografia de Pi (ou parte dela). Isso porque nessas páginas o autor Yann Martel conta onde Pi nasceu, qual a origem do seu nome, como ele recebeu o apelido de Pi, como era a vida dele no zoológico do pai, como foi seu contato com várias religiões e até mesmo algumas explicações sobre os animais que viviam no zoológico. Enfim, o que eu posso dizer é que não seria tão cansativo ler tudo isso se não tivesse tantas informações redundantes.
Na verdade o nome original do livro é “Life of Pi”, ou seja, A Vida de Pi e acho que essa é a melhor maneira de definir o livro porque a história tem muitas informações além da aventura de Pi.
Fora esse ponto negativo o livro cumpre com o que é promete, uma história que vai te fazer “acreditar em Deus”. Toda a obra é cheia de simbolismos, o tipo de leitura que necessita que o leitor entenda as entrelinhas.
Se o início é repetitivo o final é surpreendente e te faz acreditar no extraordinário, mas confesso que imaginei um final bem diferente. Os personagens foram bem construídos e Pi e seu “companheiro” durante o naufrágio Richard Parker pouco a pouco cativam o leitor que começa a sofrer junto e torcer por eles.
O livro possui dois narradores: Um é Pi que em primeira pessoa relata sua vida e os 227 dias que passou em um bote salva-vidas no Oceano Pacífico na companhia de Richard Parker, um tigre-de-bengala. O outro narrador é o “Escritor” do livro, um personagem anônimo que vai atrás de Pi já adulto para conhecer os detalhes de sua incrível história e em terceira pessoa faz comentários sobre ele.
O que eu posso dizer é que só lendo para entender o quanto o livro é especial e todas as mensagens que ele transmite. Estejam preparados para uma leitura tocante.
E para finalizar preciso dizer que entre as várias capas que esse livro possui pelo mundo a feita pela Editora Jangada é de longe a melhor. Confiram algumas:
 

 Um trecho do livro:
"Entrei na igreja, desta vez, sem medo, pois, agora, ali também era a minha casa. Rezei para Cristo, que está vivo. Depois, saí correndo morro abaixo e subi correndo a colina da direita - para agradecer ao senhor Krishna por ter posto no meu caminho Jesus de Nazaré, cuja humanidade eu achava tão cativante."

Sobre o Autor:


Yann Martel nasceu em Espanha, em 1963, filho de pais canadenses. Estudou Filosofia na Universidade de Trent, no Canadá, viajou muito e teve diversos empregos antes de se tornar escritor. A Vida de Pi, publicado em mais de 40 países, valeu-lhe o Man Booker Prize de 2002, entre outros prémios, e figurou como bestseller do New York Times durante mais de um ano. A Presença publicou na colecção «Grandes Narrativas» o seu novo romance Beatriz e Virgílio. Yann Martel vive em Saskatchewan, Canadá.



Acrescente  As Aventuras de Pi na sua lista do Skoob

14 comentários:

  1. Não achei graça no filme, nem deu vontade de ver. O livro é outro que não achei muita graça...esse não é meu estilo, só fica a dica mesmo...

    ResponderExcluir
  2. Eu estou louca para ler esse livro, parece ser um livro fantástico, e tem uma historia muito linda. Já li muitas resenhas sobre esse livro, e a maioria sempre falam bem. Quero ler primeiro o livro para depois vê o filme, eu gosto muito de filmes com animais.Adorei a resenha.

    ResponderExcluir
  3. Quero muuuito ler este livro, já li muitas resenhas falando muito beeem, e quero adquiri-lo antes de ver o filme *-*

    ResponderExcluir
  4. Nossa *-* Por enquanto eu só vi o filme, mas estou maluca pra ler o livro. Parece muito bom mesmo!

    ResponderExcluir
  5. Não me canso de comentar nas resenhas de AADP pois eu amo muito, essa é minha historia favorita e mais emocionante, a historia realmente mexe com voce, e aliás nao tinha visto outras capas e vejo que todas sao lindas!

    ResponderExcluir
  6. É um livro que me deixa curiosa, desde o começo até o fim, pena que ainda não tive tempo de comprar o meu exemplar, mas adorei! Abraços!

    http://www.ladomalucadeser.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. O livro parece ser muito bom, com todas as aventuras e histórias.. Claro que o filme não é tudo que está escrito nos livros, mas foi bem adaptado.. Muito bom o post

    ResponderExcluir
  8. Já ouvi muito falar desse livro e mais ainda do filme o que me deu curiosidade para ler e ainda mais agora com uma polêmica que surgiu com a questão do plágio e tals, quero muito ler para analisar se é bom ou ruim!

    ResponderExcluir
  9. Vi o filme e é simplesmente o MÁXIMO! Depois dessa resenha, estou louca pra ler!

    ResponderExcluir
  10. Amei sua resenha!! Não assisti o filme ainda. Quero ler o livro primeiro. O filme 'estraga' a magia da estória do livro - quer dizer, nossa imaginação vai muito além, né!! Parabéns pelo teu blog!

    ResponderExcluir
  11. Eu gostei um pouco do filme, só achei muito religioso. Quero ler o livro pra ver como é

    ResponderExcluir
  12. Eu adoro filmes+livros de aventura, e achei magnífico a atuação nos cinemas do Pi com o Tigre, louco pra ler o livro, e o filme já assisti.

    ResponderExcluir
  13. Lembro que, quando assisti ao filme no começo do ano, a sensação foi mágica! O filme tem um visual tão inacreditável e diversas metáforas tão bem construídas que é difícil não gostar.
    Com bom cinéfilo que sou, fico com um pouco de receio de ler um livro que inspirou um filme tão fantástico. Às vezes acho que vou me decepcionar, mas esse eu sempre quis ler.
    Ainda não tive a oportunidade, mas quem sabe um dia... :)

    ResponderExcluir
  14. Não li o livro só assisti ao filme que tem imagens lindas,como você disse o final é surpreendente, não sei se o livro não é meio cansativo porque o filme no começo é, apesar disso eu gostei.

    ResponderExcluir

Just Livros Todos os direitos reservados. Criado por: Amanda Nello.Tecnologia do Blogger. imagem-logo